Os ensinos de escrita para o ecrã (métodos e experiências comparados)

  • investigador(es) responsável(eis)
  •  
  •  
  • A+A-

João Maria Gomes Ribeiro Mendes
jmendes@ciac.pt

Jorge de Sá Gouveia

Luís Alexandre de Jesus Falcão

Paulo Octávio Bezerra Leite

O projecto desenvolve um estudo comparativo sobre as tendências contemporâneas que se manifestam na escrita para o ecrã e sua relação com o desenvolvimento de projectos, bem como na sua abordagem pedagógica: o que podem as escolas ensinar sobre escrita para o ecrã, a quem, porquê e como.

Desenvolver relações com escolas de cinema e televisão (designadamente as federadas no Centre International de Liaison des Ecoles de Cinema et de Télévision) com vista à discussão de metodologias de ensino de escrita para o ecrã e à geração de práticas pedagógicas que possam interagir em rede.

Estudar igualmente a bibliografia especializada actual (livros, artigos, comunicações) relacionada com o ensino de escrita para o ecrã, preocupando-se especialmente com as áreas do cinema “independente” e “de autor” nas cinematografias nacionais e regionais contemporâneas, bem como com a emergência do “world cinema” e suas características transnacionais.

Publicação de Culturas narrativas dominantes — O caso do cinema, autor João Maria Mendes, Lisboa, Ediual, 2009, 200 pp.

O livro é um ensaio sobre modelos “reconstrutivos” e “desconstrutivos” na concepção de conteúdos narrativos para o ecrã; o embate entre o cinema “clássico” e o cinema “moderno”; a situação “tardo-moderna” ou “pós-moderna”.

Em fase de escrita: Jorge de Sá Gouveia, Narrative Music — Insights on Portuguese contemporary films; Luís Falcão, Script e documentário; Paulo Leite, Reflexões sobre o desenvolvimento de projectos cinematográficos em Portugal.

| pesquisar ciac

| siga-nos