Jornais Cinematográficos Portugueses

  • investigador(es) responsável(eis)
  •  
  •  
  • A+A-

Vítor Reia-Baptista
vreia@ciac.pt

Filipa Cerol Martins

Mirian Estela Nogueira Tavares
mtavares@ciac.pt

Ana Luísa Fernandes José Gonçalves
agoncalves@ciac.pt

Bruno Miguel dos Santos Mendes da Silva
bsilva@ciac.pt

Durante a primeira metade do século XX, os noticiários cinematográficos, sequências informativas que antecediam a exibição de um filme, com a sua linguagem própria, cuja raiz partilham tanto com o cinema documental como com o ficcional, e a relação com a actualidade que a técnica que os suportava permitia, foram, sem dúvida, os meios noticiosos que prepararam a imposição de um paradigma audiovisual na comunicação de massas.

Primeiro com exclusividade, depois já em convivência com a televisão, os noticiários cinematográficos de todo o mundo registaram os mais importantes cenários de guerra, das duas guerras mundiais ao Vietname, às descolonizações e a outros grandes conflitos. Mas também levaram às salas de cinema os grandes movimentos sociais, crises religiosas e políticas e outros eventos que iam reproduzindo hábitos e modelos de vida que determinaram a sociedade contemporânea.

Em Portugal as actualidades cinematográficas surgiram em 1938. A partir daí, pautaram o acesso à actualidade durante todo o regime do Estado Novo, documentaram a revolução de 25 de Abril de 1974 e foram exibidos até ao final dos anos 70, coexistindo praticamente mais de uma década com uma televisão introduzida, tardiamente, em 1956-57.

O projecto de investigação em causa propõe recolher, catalogar e analisar os últimos exemplos dos noticiários cinematográficos portugueses, entre 1970 e 1978, como testemunhos de uma memória colectiva e dos seus modos de representação.

 

O objectivo primordial é o de recuperar os noticiários cinematográficos produzidos em Portugal no período em causa, atendendo às suas abordagens da actualidade, bem como às linguagens e recursos utilizados para o efeito. Com a pesquisa desenvolvida, pretende-se contribuir para a recuperação destes importantíssimos recursos audiovisuais, já reconhecidos como importantes fontes históricas, mas pouco observados do ponto de vista das linguagens audiovisuais, e, enfim, para a sistematização do seu estudo, inclusivamente numa perspectiva internacional e multicultural.

A abordagem aos noticiários cinematográficos produzidos em Portugal, numa altura em que a televisão já se impunha como meio de comunicação de massas por excelência (não deixando de ter em conta as convivências, possíveis contaminações e diferenças entre os dois meios), do ponto de vista das suas estéticas, visa a compreensão de uma praxis jornalística, na sua relação estética, e ética, com a realidade e com o espaço público.

Sistematizada a recolha e catalogação dos exemplares portugueses, o projecto almeja, num momento segundo, uma análise comparativa com outros exemplos de jornais cinematográficos na região mediterrânica no mesmo período.

 

| pesquisar ciac

| siga-nos