Frágil como o Mundo

A ideia para o filme nasceu de uma notícia de jornal sobre o suicídio de um casal de adolescentes, no Alentejo – o filme em si recupera esse enunciado, efabulando sobre a relação de dois adolescentes, Vera e João, que se apaixonam e que vivem um amor em segredo. Frágil como o Mundo é também um caminho para a percepção da fragilidade humana e para a extrema consciência da perecibilidade do corpo, aspectos esses que só o amor é capaz de tornar claros.

2001

Argumento:
Rita Azevedo Gomes

Produção:
Madragoa Filmes

Produtor:
Paulo Branco

Direcção de Fotografia:
Acácio de Almeida

Direcção de Som:
Antoine Bonfanti
Xavier Bonneyrat
John Fewell
Pedro Melo
Philippe Morel
Joaquim Pinto

Montagem:
Rita Azevedo Gomes
Manuela Viegas

Direcção Artística:
Paula Migalhada

Actores principais:
Maria Gonçalves
Bruno Terra
Sophie Balabanian
Carlos Ferreira
Manuela de Freitas
Duarte de Almeida

| pesquisar ciac

| siga-nos