Ganhar a Vida

Ganhar a Vida parte da morte de um filho na comunidade de emigrantes portugueses. A mãe que perde Álvaro, o filho adolescente, é Cidália Ribeiro – um papel escrito a pensar em Rita Blanco –, e o tempo gasta-se na tradução de imagens e sons de um trabalho de luto (lembremo-nos de Moretti e do seu La stanza del figlio, também do mesmo ano). Como filmar o luto, a perda, a frieza de uma comunidade que prefere manter o silêncio? É na perspectiva de Cidália que vamos tendo acesso a uma personagem que parece desaparecer, mas que nunca deixa de funcionar como força da natureza no seio daquele bairro. É uma heroína, porque vê aquilo que os outros não parecem ver, porque age e põe em causa os mecanismos do mundo.

2001

Actores:
Rita Blanco
Adriano Luz
Teresa Madruga
Alda Gomes

Argumento:
João Canijo
Pierre Hodgson

Produção:
Paulo Branco

Direcção de Fotografia:
Mário Castanheira

Direcção de Som:
Philippe Morel

Montagem:
João Braz

Distribuição:
Madragoa Filmes

| pesquisar ciac

| siga-nos