Hélder Costa

Encenador e Director Artístico do grupo A Barraca (prémio UNESCO, 1992), dirigiu vários espectáculos em Espanha, Brasil, Dinamarca e Moçambique. Dirigiu acções pedagógicas e participou em congressos e festivais em França, Alemanha, Suíça, Argentina, Cabo Verde, México, Colômbia, Venezuela, EUA, URSS, Chile e Itália.

Uma das suas últimas peças O Príncipe de Spandau, teve estréia mundial em Viena de Áustria, foi montada na Dinamarca, na Bolívia e em Londres e teve leituras-espectáculo em Madrid, Paris, Bruxelas, Roménia e Lisboa.

Além dos seus textos, tem encenado peças de autores como Gil Vicente, Ribeiro Chiado, Dário Fo, Brecht, Mrozeck, Ettore Scola, Fassbinder, Woody Allen, Lope de Vega, Ionesco ou Molière.

Foi galardoado com vários prémios nacionais e internacionais de que se destacam o Grande Prémio de Teatro da RTP, Damião de Góis; Associação de Críticos; Casa da Imprensa; Prémio da Associação de Actores e Directores da Catalunha e obteve ainda o primeiro prémio do 1.º Festival Internacional da Ciudad de México com a peça Dancing.

Pertence ao corpo pedagógico da Escuela Internacional de Teatro de América Latina y Caribe.

País: Portugal

Nascimento: 00/00/0000

| pesquisar ciac

| siga-nos